19-12-17

Pau duro

 

Vou contar uma história verídica. Aconteceu recentemente.  Me chamo Anderson, tenho 23 anos, 1,78m,75kg, claro, forte, olhos e cabelos castanhos e um pau de 22cm. 
Nesse dia, estava sozinho em minha casa assistindo ao Faustão, toda a minha família havia ido para um aniversário de um primo nosso. Eu não quis ir devido ao uma leve dor de cabeça. Como estava sozinho, resolvi  ficar um pouco sem roupa, pois adoro admirar meu mastro no espelho e exibi-lo para as mulheres que ficam  me espiando dos prédios vizinhos. Elas pensam que não percebo, e finjo não perceber de propósito. Isso me deixa mais excitado ainda.

De repente, observei um olhar fixo de uma  janela vizinha, e aquilo fez meu pau ficar cada vez mais duro. É incrível como a mulher fica admirada com uma pica! Ela estava doida para sentar em cima, eu sentia isso de longe, mas não dei bola. Peguei uma revista para ler e deitei no sofá totalmente pelado. Em seguida toca a campainha. Levanto-me, pego uma toalha  e vou em direção à porta. Ao abrir, deparo-me com a vizinha do 302 ,uma morena de uns 30 anos, gostosa. Eu moro no 201.

Ela tinha acabado de chegar da praia, estava com um biquíni branco e com uma canga meio transparente, que dava pra ver a calcinha do biquíni. Ela me perguntou se em casa tinha um livro bom de introdução à informática.  Como eu sou professor de Informática, é claro que tinha. Só que eu não  sabia onde estava o livro que ela queria, então pedi que entrasse e se sentasse para eu procurar. Fui procurá-lo no meu quarto. Felizmente, não conseguia encontrá-lo. Retornei à sala e disse a ela que não tinha encontrado o livro que ela queria. 

Ela me pediu para procurar direito, em tom de brincadeira. Aí, eu disse: "tá bom, vou procurar melhor..." (e eu ainda de toalha). Outra tentativa frustrada. Como não estava conseguindo encontrar, também falei em tom de  brincadeira: "Por que você não procura para ver se acha?" Pensei que ela não viria, pois era no meu quarto. Para minha surpresa, ela veio. Apontei a ela onde estava uma porção de livros, na parte  superior do guarda-roupa. Sentei na cama e pude observar aquela gostosa imagem: a calcinha do biquíni todo enfiadinha naquele rabinho... ah! que cena maravilhosa!

 Fiquei alguns segundos a observando procurar o livro no meu guarda-roupa. Em seguida, ela me pediu para levantar e ajudá-la  procurar. Levantei e fui me aproximando bem devagar por trás dela, sem fazer nenhum barulho. Ela, sem querer, olhando para cima e se afastando um pouco para melhorar o seu campo de visão, deu uma leve encostada em mim. Para ser mais preciso, encostou sua bunda em meu cacete. Aquilo me levou à lua. Rapidamente, ela sentiu e chegou-se para frente, sem graça. Fingiu que nada tinha acontecido e continuou a procurar. Só que eu não estava agüentando de tanto tesão e resolvi, por conta própria, chegar para frente e,  "inocentemente", dar mais uma roçada.

Ao encostar levemente meu pau na sua bundinha, notei seus olhos fechando e sua respiração mais profunda. A sacana empinou mais a bundinha em direção ao meu pau e começou a  rebolar devagarzinho, ficando nisso uns 3 minutos. Ela, então,  me pediu para tirar a toalha, pois queria pegar em meu cacete. Obedeci na mesma hora. Ela tirou a canga, ficando só de biquíni e ficou roçando meu pau na sua bundinha com aquele lindo fio dental. Aí, ela se virou,  passou a língua em meus peitos, lambeu minha barriga, desceu para o pau e começou uma gostosa chupeta em mim, colocando todo o meu pau em sua boca. Que delícia!!!. Em seguida, deitei-a em minha cama, puxei o seu biquíni para o lado e comecei a chupar aquela gostosa boceta raspadinha e lamber aquele cuzinho delicioso. Coloquei-a de quatro e comecei a penetrar meu mastro em sua boceta gostosa, num vai-e-vem frenético, o que a fez soltar gemidos de prazer e satisfação. Mas ela queria mais e pediu-me para colocar um pouquinho no seu cuzinho. Não pensei duas vezes. Encaixei-me bem devagarzinho naquela bundinha deliciosa e a detonei com determinação. Que cuzinho inesquecível! Ela gozava alucinadamente. E eu, não mais suportando segurar, tirei minha rola de sua bunda e explodi em gozo em sua boca. Nunca me esquecerei dessa foda.

01:47 Gepost door Pé de Cenoura | Permalink | Commentaren (0) |  Facebook |

De commentaren zijn gesloten.